Sabores da Índia - Home

Rosa Damascena

 

Especiaria:   

Rosa Damascena

Planta:   

Rosa Damascena

Nome Botânico:   

Rosa damascena Miller

Género:   

Rosa

Família:   

Rosaceae

Porte:   

Arbusto

Ciclo:   

Vivaz

Origem:   

A Rosa Damascena, um híbrido da Rosa gallica, e da Rosa phoenicia, ou da Rosa moschata, é conhecida desde a antiguidade, pensando-se que terá aparecido, pela primeira vez, na região da Anatólia

Distribuição:   

Hoje é cultivada principalmente no Irão - em Shiraz e Meshed -, na Turquia - em Isparta -, e na Bulgária - vale de Kazanluk, ou Kazanlik. Na Índia cultiva-se nas localidades de Aligarh, Ghazipur e Kannauj, no Uttar Pradesh, mas também em jardins de todo o país.

Partes Usadas:   

 Pétalas

As pétalas de Rosa foram desde tempos imemoriais usadas para aromatizar bebidas:os Romanos punham pétalas de rosa no vinho; os Persas faziam vinho de pétalas de rosa; na Inglaterra, no século XII havia um licor de rosas, e , ainda hoje se fabrica um licor de rosas na Bulgária; na China produzem-se, também, uma aguardente muito forte, aromatizada com pétalas de rosas, não doce, e vendida muitas vezes em garrafas decorativas - Mui Kwe Lu, e um licor de rosas - Mei Kuei Lu Chiew.
Na cozinha, na Europa, hoje quase esquecidas, as pétalas de rosa foram um ingrediente importante no passado, quando, sob a forma de Água de Rosas, aromatizavam muitas preparações culinárias - receitas do tempo de Isabel I, de Inglaterra, são disso exemplo.
A sua utilização mais famosa será, talvez, a Compota de Pétalas de Rosa, popular nos Balcãs, Turquia, Bulgária, Roménia e Irão.
Mais para Oriente, no Norte da Índia, as rosas voltam a ser um aromatizante importante na doçaria - gulkand, cristais de açúcar empilhados com pétalas de rosas até lhes adquirirem o sabor, e inúmeros doces com nomes todos eles derivados de gulab, Rosa em Hindu, aromatizados com Gulab Jal, a Água de Rosas.
As pétalas têm um sabor a flores, perfumado, doce e muito agradável.

 Óleo Essencial

As pétalas de Rosa Damascena têm bem menos que 1 % de óleo essencial, que é composto essencialmente por geraniol - cerca de 75 % -, citronelol - 20 % - e nerol - 20%.
Tão volátil ele é que, para evitar a sua evaporação pelo calor do sol, as Rosas Damascenas são colhidas imediatamente antes do nascer do sol, sendo necessários cerca de 5000 kg delas para se conseguir 1 kg de óleo essencial.
É usado em aromaterapia.

Propriedades:   

Emoliente

Rosas Damascenas abertas

Dicionário

 Sabores da Índia - Home