Sabores da Índia - Home

Pinhão

 

Especiaria:   

Pinhão

Planta:   

Pinheiro Manso

Nome Botânico:   

Pinus pinea L.

Género:   

Pinus

Família:   

Pinaceae

Porte:   

Árvore

Ciclo:   

Vivaz

Origem:   

Regiões temperadas do hemisfério norte

Distribuição:   

Hoje espalhado, em diversas variedades, por todas as regiões do globo com clima propício.
Na Índia cresce uma espécie aparentada com o Pinheiro Manso, o Pinheiro Chilgoza, Pinus gerardiana Wall., presente nos Himalaias do Nordeste, desde Garhwal, no Uttarakhand, para leste, a altitudes entre os 1800 e os 3000 m.

Partes Usadas:   

 Miolo da semente

Os Pinhões encontram-se dentro de 'pinhas', que normalmente são colhidas no Inverno, de Novembro em diante.
São geralmente guardadas até ao Verão, altura em que são espalhadas ao sol para abrirem, soltando os Pinhões.
Pode conseguir-se o mesmo efeito num forno com lume brando.
De qualquer forma, os Pinhões devem ser conservados nas pinhas até ao momento de serem aproveitados, sob pena de rançarem facilmente. Têm um sabor aromático, algo resinoso, mas agradável.

 Resina

A resina é exsudada, naturalmente, pelos troncos das várias espécies de Pinheiro, ou mediante incisões especialmente praticadas para o efeito.
Muito usada na Grécia para aromatizar vinhos denominados retsina, e um licor chamado Chaquesin. O sabor do retsina é um gosto adquirido na Grécia, que pode desagradar a quem o prova pela primeira vez. Embora a resina de qualquer das espécies de Pinheiro possa ser usada, é o Pinheiro de Alepo ou Pinheiro Francês, Pinus alepensis Mill., o mais corrente naquelas paragens.

Notas:   

Além do Pinheiro Manso típico da região Mediterrânica, existem, espalhadas pelo mundo - Sibéria, Himalaias, China, Coreia, Japão, Estados Unidos, México, etc. -, outras variedades desta árvore - mais de uma dezena - que dão sementes semelhantes, mas cujos miolos têm um gosto distante do delicado sabor do Pinhão Mediterrânico, sabendo muitas delas fortemente a Terebentina. A Terebentina é um composto volátil, que faz parte da resina exsudada pelo tronco do Pinheiro Manso - e não só -, quando nele se pratica uma incisão. Tem um sabor quente, desagradável.

Pinhões ainda com casca

Dicionário

 Sabores da Índia - Home