Sabores da Índia - Home

Manga

 

Especiaria:   

Manga

Planta:   

Mangueira

Nome Botânico:   

Mangifera indica L.

Género:   

Mangifera

Família:   

Anacardiaceae

Porte:   

Árvore

Ciclo:   

Vivaz

Origem:   

Sul e sueste da Ásia

Distribuição:   

Existem, ainda, Mangueiras selvagens no Nordeste da Índia e em Myanmar - ex-Birmânia.
Todavia, a sua cultura está hoje espalhada por todas as regiões tropicais do globo. Na Índia, é especialmente abundante nos estados de Uttar Pradesh, Punjab, Maharashtra, Andhra Pradesh, West Bengal e Tamil Nadu.

Partes Usadas:   

 Fruto maduro

Madura, a Manga é uma excelente fruta de mesa e presta-se a preparações várias, com realce para os gelados, achares e chutnies. São famosos o Miscut, o Avkhal - amadurecido durante meses em vasilhas enterradas -, de Andhra Pradesh, e um achar do sul da Índia, obtido dos frutos ainda muito pequenos e que fazem lembrar as nossas azeitonas. O chutney doce de Manga, é um sabor europeu, divulgado pelos ingleses a partir do fim do século XIX.
Existem inúmeras variedades de Manga, com consequências na sua qualidade e no seu tamanho - variável entre as que são do tamanho de ameixas e as que chegam a pesar 2 a 2,5 kg.
Fora dos trópicos a sua qualidade é uma incógnita, dependendo do grau de maturidade que tinham quando foram apanhadas. Boa alternativa é o puré de manga exportado por alguns países produtores, Índia inclusive.
Como fruta, a deve ser comida no ponto exacto de maturação, conseguindo-se um toque especial deixando pequenos pedaços de casca agarrados à polpa. O sabor é sabor agridoce, com algo de resinoso.

 Fruto verde

No Norte da Índia, a Manga tem uma utilização em verde, servindo para preparar o amchoor, usado na culinária daquela região como acidificante. O sabor é ácido e adstringente, com tons resinosos.

Notas:   

Na Índia, o Imperador Moghul Akbar mandou plantar um pomar de 100.000 Mangueiras em Darbhanga, no Bihar, num local hoje conhecido como Lakhi Bagh.

Manga madura

Dicionário

História

 Sabores da Índia - Home