Sabores da Índia - Home

Louro Indiano

 

Especiaria:   

Louro Indiano

Planta:   

Caneleira Brava

Nome Botânico:   

Cinnamomum tamala [Buch.-Ham.] Nees et Eberm.; Cinnamomum iners Reinw. ex Blume; Cinnamomum tejpata

Género:   

Cinnamomum

Família:   

Lauraceae

Porte:   

Árvore

Ciclo:   

Vivaz

Origem:   

Encostas sul dos Himalaias

Distribuição:   

Pouco expandida fora da sua região de origem, a Caneleira Brava cresce, na Índia, nos Himalaias subtropicais, e nas montanhas Khasi e Jaintia, em Meghalaya

Partes Usadas:   

 Folhas

Conhecidas dos Romanos, as folhas de Louro Indiano eram, sob o nome de malabatthrum - derivado, por caminhos ínvios do Sânscrito tamalapattra -, usadas, à época, na perfumaria e na cozinha. Têm um sabor típico, a lembrar uma mistura de canela e cravinho
A sua presença na Europa continua a ser assinalada até à Idade Média, tendo sido usadas, como aromatizante na feitura de cerveja, até ao século XVI.
Hoje só marcam presença na culinária Indiana, especialmente a da região Norte, e muito particularmente a de linha Moghul.
Dificilmente encontráveis no Ocidente, muitos autores aconselham a sua substituição pelo vulgar louro, embora tenhamos encontrado um que prefere a equação 1 folha de Louro Indiano = 1 baga de Pimenta da Jamaica.

Louro Indiano

Dicionário

 Sabores da Índia - Home