Sabores da Índia - Home

Gengibre - História

Gengibre - Pedaços de rizoma secos

Como o Gengibre se espalhou pelo Mundo

Cerca do ano 0

O Gengibre aparece numa lista, feita pelos Romanos, de produtos importados por Alexandria, dando-o como produto originário do sul da Arábia, porque, à época, ele chegava à Europa via Mar Vermelho.

Séc. II

O Gengibre era taxado pelo fisco Romano, figurando entre várias especiarias provenientes da Índia.

Séc. XI

O Gengibre é frequentemente mencionado nos tratados de medicina veterinária anglo-saxónicos.

1173

O Gengibre marca presença na pauta de direitos aduaneiros de São João de Acre, na Síria antiga.

1221

Idem, de Barcelona.

1228

Idem, de Marselha.

Cerca de
1280 - 1290

Marco Pólo é o primeiro europeu a ver o Gengibre, que diz ter encontrado na Índia e na China.

1292

De visita à Índia, o missionário Monte Corvino faz uma descrição rudimentar do Gengibre

1296

O Gengibre aparece nas pautas aduaneiras de Paris.

1443

Em Bâle, na Suiça, existia um albergue chamado «Zum Ingwer» - Ao Gengibre -, e ainda hoje lá existe uma «Ruela do Gengibre».

Meio do Séc. XIV

Os comerciantes italianos conheciam três espécies de Gengibre, a que chamavam baladi, colombino, e micchino.

Início do Séc. XV

Nicolo Conti faz, a partir das suas próprias observações na Índia, uma descrição pormenorizada do Gengibre, e da sua apanha.

1547

O Gengibre é exportado de Santiago de Cuba para Espanha, após missionários espanhóis o terem levado para as Índias Ocidentais.

1585

O Gengibre é exportado de São Domingo, nas Caraíbas.

Séc. XVI

O Gengibre é introduzido no Brasil, e na costa ocidental de África.

1654

O Gengibre é uma das exportações dos Barbados, nas Caraíbas.

 Sabores da Índia - Home

statistics in vBulletin