Sabores da Índia - Home

Feno Grego

 

Especiaria:   

Feno Grego

Planta:   

Feno Grego

Nome Botânico:   

Trigonella foenum-graecum L.

Género:   

Trigonella

Família:   

Fabaceae

Porte:   

Herbácea

Ciclo:   

Anual

Origem:   

Região que se estende do Mediterrâneo à China

Distribuição:   

Cultivado hoje no Sudoeste da Europa, na Ásia Ocidental, no Norte de África, e na Índia - um pouco por todo o país.
Em Portugal, aparece, espontâneo, em searas e incultos, e é cultivado como forraginosa.

Partes Usadas:   

 Sementes secas

As sementes de Feno Grego têm forma rômbica, cerca de 3 mm de comprimento, e uma cor amarela acastanhada.
São componente obrigatório de muito pós de caril do mercado, e são quase omnipresentes no panch phoron.
São sempre levemente torradas: ou no óleo de cozedura quando usadas inteiras; ou numa chapa, ou frigideira, antes de serem pulverizadas.

 Folhas frescas e secas

Na Índia, as folhas fresca de Feno Grego são tidas como um vegetal muito saboroso, e incorporadas em muitos cozinhados de vegetais, e as folhas secas são empregues como condimento.

Propriedades:   

Estimulante e expectorante

Dica:   

A dose de sementes recomendada nas receitas não deve ser excedida, e quando as sementes forem fritas, ou torradas, só devem sê-lo até começarem a mudar de cor. Se demasiado fritas, ou torradas, ficam muito vermelhas, tornam-se extremamente amargas, e estragam qualquer cozinhado.

Feno Grego - Sementes secas

Dicionário

 Sabores da Índia - Home