Sabores da Índia - Home

Tâmara

 

Especiaria:   

Tâmara

Planta:   

Tamareira

Nome Botânico:   

Phoenix dactylifera L.

Género:   

Phoenix

Família:   

Arecaceae ou Palmae

Porte:   

Árvore

Ciclo:   

Vivaz

Origem:   

Região do Médio Oriente provavelmente

Distribuição:   

Hoje é cultivada na sua região de origem, no Norte de África, na Índia, e no Paquistão.
No Novo Mundo, para onde foi levada por missionários Espanhóis nos séculos XVIII e XIX, cultiva-se na Califórnia.
A Arábia Saudita, o Egipto, o Irão e o Iraque são os principais produtores mundiais, mas as Tâmaras da Argélia e da Tunísia são também altamente apreciadas.
Na Índia cultiva-se no Punjab e no Rajasthan.

Partes Usadas:   

 Frutos secos

A Tamareira é uma árvore multiusos, com todas as partes utilizáveis, e terá, por isso, sido, durante séculos, o sustentáculo da vida dos nómadas dos deserto do Norte de África e do Médio Oriente.
A Tâmara, o seu fruto, é uma fonte de energia, com os seus 50 % de açúcares, mas também de proteínas, gorduras, e sais minerais - 2 % cada. Tem um sabor doce, agradável.
As Tâmaras ocorrem em cachos, debaixo das "palmas", folhas que encimam, em coroa, o tronco das Tamareiras. Cada cacho pode englobar até 1000 Tâmaras e pesar até 10 kg.

 Seiva

A seiva da Tamareira dá, por concentração - conseguida fervendo-a horas a fio -, cristais de um saboroso açúcar - Jaggery, na Índia.
Fermentada dá um «vinho» - Toddy, na Índia -, o qual, destilado, dá uma bebida fortemente alcoólica - Arrak, na Índia e noutros países. Deixando-se progredir a fermentação da seiva, consegue-se o Vinagre de Palma.
Todavia, porque a Tamareira é sobretudo valiosa para a produção de frutos, nestas aplicações é, as mais das vezes, usada a seiva da espécie sua irmã, a Tamareira Brava.

 Rebento Terminal

Quando uma Tamareira é abatida, o seu rebento terminal, no topo do tronco, é aproveitado como legume - é a Couve de Palma, com o nome de mercado Chou Palmiste.
Come-se cru - cortado em finíssimas lâminas - em saladas, cozido, assado, incorporado em vários cozinhados. Tem um sabor que lembra o da Alcachofra. No Ocidente encontra-se normalmente enlatado.
Note-se que várias outras espécies de palmeiras dão também Couve de Palma.

Tâmaras secas

Dicionário

 Sabores da Índia - Home