Sabores da Índia - Home

Símbolos - Kesari Dhvaja

 

A Kesari Dhvaja - bandeira cor de açafrão - foi sempre, nas lutas que a Índia teve que travar contra os diversos poderes ocupantes que conheceu, um elemento promotor da auto-estima, motivador, e aglutinador, da maioria do povo Indiano.

A cor de açafrão - Kesari - é uma cor tida por auspiciosa pelos Hindus, e tem o estatuto de cor sagrada. Mas também para Sikhs, Budistas, e Jains, ela tem um significado especial.

Sobre os Templos Hindus, e os Gurudwaras Sikhs, flutua sempre um bandeira triangular cor de açafrão, sendo que, para os Sikhs a cor, é também militante, simbolizando a luta contra a injustiça. Os monges Jain - munis -, e Budistas - bhikkus -, usam túnicas cor de açafrão.

A importância religiosa da cor de açafrão parece remontar ao tempo dos Vedas- a mais antiga literatura sagrada Hindu escrita de 1500 a 1200 A.C. -, centrados em rituais em que o fogo - agni - tinha papel relevante. Os sábios védicos - rishis - quando se deslocavam entre retiros - ashrams - transportavam fogo consigo. Também era, entre os antigos, prática corrente manter o fogo sempre aceso em casa, para cozinhar, prática essa que terá evoluído para uma adoração diária do fogo. Nas suas mentes, o fogo simbolizaria um ser supremo.

Era obviamente pouco prático manter sempre uma lareira - agni-kund - acesa, e carregar fogo de um lado para o outro. Porque a cor simbólica do fogo seria a cor de açafrão, terá surgido, em substituição do fogo, a bandeira triangular cor de açafrão - Kesari Dhvaja -, com duas labaredas pintadas no centro.

A antiguidade da importância da cor de açafrão na religião Hindu parece ficar demonstrada pela importância que ela também tem para as religiões Sikh, Budista, e Jain, todas elas saídas do Hinduismo, logo, mais recentes. Ainda hoje, numa religião tão diversa e multifacetada como é a Hindu, a cor de açafrão é um dos poucos elementos que tem aceitação universal entre Hindus.

Tradicionalmente, a cor de açafrão era obtida dos pigmentos corantes do Açafrão - kesar -, hoje ainda relativamente raro nas regiões sub-Himalaias, e, por isso, caro. Outra razão provável para que a cor tenha ganho importância ao longo dos tempos.

Também o tom dourado - chamado suvarna = cor boa - da cor de açafrão pode ter contribuído para lhe dar importância.

Outros termos usados para designar a cor de açafrão são Bhagva e Naranga. Bhagva pode ter derivado de Bhagvan - deus -, ou de Bhagya - boa sorte, em Sânscrito.

Esta apropriação religiosa de uma cor não é única. Basta lembrar que os cristãos vêem na cor púrpura um símbolo de divindade e realeza - tendência herdada dos Romanos -, e que os muçulmanos têm a cor verde como símbolo da sua religião.

Kesari Dhvaja
Cortesia Sudheer Birodkar

Kesari Dhvaja

 Sabores da Índia - Home