Sabores da Índia - Home

Uttar Pradesh - Taj Mahal

Fotos Galeria

O Taj Mahal, escolhido para património da humanidade pela UNESCO em 1893, é um complexo mortuário construído na margem sul do rio Yamuna, ou Jumna, em Uttar Pradesh. A sua construção começou em 1632, ordenada pelo Imperador Mogul Shah Jahan, que reinou entre 1628 e 1658, para imortalizar a memória da sua esposa favorita Mumtaz Mahah – ‘a escolhida do palácio’. Falecida de parto em 1631, Mumtaz tinha sido inseparável companheira do soberano desde que, em 1612, se casaram. Reza a história que o desgosto do Shah Jahan foi tal que pensou abandonar o trono.
Persuadido a ficar, mandou construir o monumento.

É, indubitavelmente, o mais conseguido exemplar da arquitectura Moghul, incorporando graciosamente uma mistura de elementos arquitectónicos Indianos, Persas e Islâmicos. A sua concepção tem sido atribuída a vários arquitectos da época, mas o principal deles terá sido, provavelmente, Ustad Ahmad Lahawri, um Indiano de origem persa.

O complexo, que ocupa 17 hectares, tem cinco elementos principais: a entrada principal, o jardim, dois edifícios laterais simetricamente opostos – a mesquita e o jawab -, e o mausoléu com quarto minaretes. O nome que ostenta é uma corruptela do da esposa homenageada.

A entrada principal, no sul do complexo, feita de calcário vermelho, comporta um arco principal, ladeado por dois arcos mais pequenos. Nos quarto cantos da estrutura, torres octogonais, e, nas fachadas norte e sul, minaretes ornamentais.

O jardim é de estilo Moghul clássico, ocupando um quadrado dividido em quartos por longos lagos. Ao longo destes, alamedas, fontes e árvores.

Perto da margens nordeste e noroeste do jardim, simetricamente implantados, dois edifícios: a mesquita, virada a leste, e o jawab, virado a oeste. Construídos de calcário vermelho, contrastam na cor com o branco do mausoléu.

O mausoléu, feito de mármore branco, está implantado sobre uma plataforma quadrada elevada a sete metros, tem quatro fachadas idênticas, e é encimado por uma majestosa abóbada com uma altura de 73 m no topo, rodeada por quatro abóbadas menores. Desenvolve-se em torno de uma câmara mortuária central com forma de octógono. No meio desta, dentro de uma vedação finamente trabalhada, estão os falsos túmulos do Imperador e da esposa, e, por baixo deles, os verdadeiros sarcófagos. Fora, nos quarto cantos da plataforma, outros tantos minaretes.

Na obra, que foi acabada por fases entre 1638 e 1647, trabalharam mais de 20.000 pessoas oriundas da Índia, da Pérsia, do Império Otomano e da Europa. O mausoléu ficou completo em 1638-39, os edifícios laterais foram dados por prontos em 1643, e os acabamentos decorativos terminaram em 1647.

Nos detalhes decorativos estão omnipresentes a caligrafia arábica e a pietra dura, rocha multicolorida, logo contrastante com o mármore branco, com uma dureza que cai entre os graus 6 e 10 da escala de Mohs, portanto entre o feldspato e o diamante.

O departamento de arquivos do estado de Rajasthan descobriu, em 1958, milhares de documentos do período Moghul da história da Índia, muitos relacionados com a construção do Taj Mahal.

O Taj Mahal, para além do desgaste inerente à idade, tem enfrentado a ameaça moderna da poluição e alguma negligência de tratamento. Recentemente, porém, medidas sérias têm sido tomadas para o preservar, nomeadamente o encerramento de algumas fábricas vizinhas emissoras de poluentes atmosféricos, interdição das zonas circundantes ao trânsito automóvel, implantação de uma zona verde tampão à volta, trabalhos de restauração encetados em 1998.

Numa nota de rodapé, recordar que Taj Mahal foi o pseudónimo escolhido pelo cantor americano, pioneiro da world music, Henry Saint Clair Fredericks, O nome ter-lhe-á ocorrido durante um sonho, e serviu também para baptizar o seu primeiro álbum saído em 1968.

Fotos Galeria

Taj Mahal
Cortesia The World Fact Book

Taj Mahal


Mais fotos:
Complexo
Zona Tampão
Entrada Cerca
Mausoléu
Lago
Lago
Lago
Minarete
Esquina Mausoléu
Entrada Mausoléu
Pormenor Interior
Pormenor Interior
Pormenor Interior
Baixo Relevo
Embutido
Mesquita
Mesquita [Lado]
Mesquita [Minarete]
Mesquita [Abóbada]
Mesquita [Pátio]
Mesquita [Detalhe]
Mesquita [Detalhe]
Mesquita [Painel]
Pavilhão
Rio Yamuna
Na estrada

 Sabores da Índia - Home