Sabores da Índia - Home

Kerala - Kozhikode

 

Kozhikode, situada no norte do estado de Kerala, chamou-se outrora Calicut, nome foi tirado de calico - tecido de algodão com desenhos a uma ou mais cores, com origem que remonta ao século XI e que, nos séculos XVII e XVIII, foi objecto de comércio intenso com a Europa.

Tem um porto por onde são exportados coco, pimenta, gengibres, café, chá, etc., que encerra no período das monções e onde os barcos têm que aguardar 5 km ao largo. Na indústria sobressaem serrações, azulejaria, a cura de café e o vestuário.

É sede de uma Universidade fundada em 1968, e alberga muitas outras instituições de ensino e um instituto de investigação marinha.

No passado foi uma famoso centro de tecelagem de algodão, e cedo chamou a atenção de mercadores Árabes que lá se estabeleceram no século VII.

Vasco da Gama, na sua primeira viagem à Índia, chegou a Kozhikode em 1498. Depois, em 1511, os portugueses construíram aí um posto de comércio fortificado que viriam a abandonar em 1525.

A cidade foi visitada por uma expedição inglesa em 1615, mas só em 1664 a Companhia das Índias Orientais lá estabeleceu em entreposto comercial. Seguiram-se-lhe os franceses, em 1698, e os dinamarqueses, em 1752.

Depois, Hyder Ali, que, no século XVIII era senhor e comandante militar do Mysore - actual Karnataka -, capturou a cidade, em 1765, e destruiu-a. Em 1790, os ingleses ocuparam-na e adquiriram a sua posse, por tratado, em 1792, data em que os habitantes regressaram e a reconstruíram.

Pôr do sol perto de Kozhikode

Pôr do sol perto de Kozhikode

 Sabores da Índia - Home