Sabores da Índia - Home

Chandigarh - Chandigarh

 

Chandigarh é a capital de Chandigarh, e simultaneamente do Punjab e de Haryana.

É uma cidade relativamente recente, nascida na sequência da independência da Índia, em 1947.

O Punjab da altura foi separado em duas partes, com a parte ocidental, incluindo a carismática capital Lahore, a ser integrada no Paquistão, de população maioritariamente muçulmana, e a oriental a permanecer na Índia, de população maioritariamente Hindu. Ficando o Punjab Indiano sem uma capital administrativa, comercial e cultural, Chandigarh nasceu para ocupar esse vazio, recuperar o orgulho ferido da região, e dar habitação a muitos Hindus e Sikhs que fugiram do muçulmano Paquistão.

Planeada por Le Corbusier e arquitectos Indianos, a sua construção começou no início da década de 1950, e ficou praticamente concluída na década de 1960. O local escolhido para a erguer fica numa planície, poucos quilómetros a sul das Montanhas Shiwalik, e entre dois rios sazonais – o Sukhna Choe e o Patiali Rao. Para a construir foi preciso deslocar cerca de 20.000 habitantes, de cerca de 60 aldeias.

É uma cidade moderna, formada por 46 sectores rectangulares, individualmente preparados para dar habitação a 15.000 pessoas, e separados por ruas largas e arejadas. A sudoeste, separadas por uma cintura verde, ficam áreas industriais ocupadas por empresas de electrónica, farmácia, equipamentos eléctricos e sanitários. A nordeste, o Lago Sukhna, artificial, que é um popular sítio de passeio e de actividades recreativas.

O plano de transformar Chandigarh na emblemática capital do Punjab Indiano seria interrompido, em 1966, com a divisão do território, por razões linguísticas, em dois estados: o Punjab, maioritariamente falador de Punjabi, e o Haryana, maioritariamente falador de Hindi. Entalada entre os dois, a cidade ficaria capital de ambos, ao mesmo tempo que era formado o território agregado de Chandigarh que, para além da cidade, inclui quatro vilas e umas quantas aldeias.

Por razões políticas, apesar de prevista num acordo de 1986, a integração do território de Chandigarh no Punjab, por troca com a passagem para Haryana das áreas de Fazilka e Abohar – do Punjab -, habitadas maioritariamente por faladores de Hindi, nunca aconteceu até hoje.

Venda de flores nas ruas de Chandigarh
Cortesia Sudheer Birodkar

Venda de flores nas ruas de Chandigarh

 Sabores da Índia - Home