Sabores da Índia - Home

Quina

 

Especiaria:   

Quina

Nome da Planta:   

Quineira

Nome Botânico:   

Cinchona officinalis Linn.; Cinchona robusta How.

Género:   

Cinchona

Família:   

Rubiaceae

Porte:   

Árvore

Ciclo:   

Vivaz

Origem:   

Região dos Andes, na América do Sul

Distribuição:   

Região de origem, mas não só.
A intensa procura de quinino entre os Europeus que viviam nos trópicos levou os naturalistas a contrabandearem sementes de Quineira da América do Sul para plantações na Ásia, nas décadas de 1850 e 1860.
Hoje é cultivada em Java, no Sri Lanka e na Índia. Na Índia, o cultivo centra-se em Bengala e Tamil Nadu.

Partes Usadas:   

 Casca

A casca contém vários alcalóides: quinino, quinidina, cinchonina, cinchonidina, quinamina, e javanina.
O quinino foi, durante 300 anos, desde que foi introduzido na medicina Ocidental até à 1ª Grande Guerra, o único remédio eficaz contra a malária, ou paludismo.
A casca continua a ser aproveitada para extracção do quinino e outros alcalóides, mas é também usada para aromatizar licores, aperitivos, amargos e vinhos tónicos - Porto Quinado, por exemplo.

Propriedades:   

A casca é febrífuga, estimulante e aperitiva.

Notas:   

o nome Quina virá, provavelmente de Kina-Kina - 'casca das cascas' - nome que os índios peruanos lhe deram.
Outras espécies próximas da Quineira são cultivadas na Índia com propósitos idênticos:
- Cinchona calisaya Wedd., Quina Amarela, Quina Real, Casca Peruviana, nas Montanhas Nilgiris e em Sikkim;
- Cinchona calisaya Wedd. var. ledgeriana How., em Bengala, montanhas Khasi, e Tamil Nadu;
- Cinchona succirubra Pav. ex Klotz., Quina Vermelha, Quina Rugosa, Quina de Sta. Fé, Casca Peruviana Vermelha, nas Montanhas Nilgiris em Tamil Nadu, e em Sikkim e Bengala.

Pedaço de casca de Quineira

Dicionário

 Sabores da Índia - Home