Sabores da Índia Home

Perpétua das Areias

 

Especiaria:   

Perpétua das Areias

Nome da Planta:   

Perpétua das Areias

Nome Botânico:   

Helichrysum stoechas (L.) DC.

Género:   

Helichrysum

Família:   

Asteraceae

Porte:   

Subarbusto

Ciclo:   

Vivaz

Origem:   

Região Mediterrânica

Distribuição:   

Fiel à sua região de origem.
Em Portugal encontra-se nos terrenos áridos, estéreis e rochosos do Continente. Também cultivada pelo cheiro típico que liberta, como abaixo se explica.
Ao que sabemos, não existe na Índia.

Partes Usadas:   

 Planta

Num jardim, assegura um belo cheiro a 'restaurante Indiano', especialmente quando é aparada. De facto, o odor que exala é muito parecido com o cheiro típico da maior parte dos pós de caril do mercado. Por isso, chamam-lhe, também, Erva do Caril ou Planta do Caril.

 Folhas

Não sendo correntemente empregues como condimento, há quem use umas quantas para apaladar maionese. Também um pequeno pé pode ser usado no interior de um frango que seja assado inteiro.
O seu sabor é forte, difícil de descrever, muito distante do cheiro a pó de caril que libertam.

 Óleo Essencial

De cor dourada, ou amarela encarniçada, é relativamente raro, tem um cheiro que parece um misto de açúcar queimado e presunto, e é usado em perfumaria e aromaterapia.

Propriedades:   

O óleo essencial é usado especialmente em preparações para tratamento da pele, e tem a fama de, pelo cheiro, ser recuperador de estados de desânimo.

Versão desenhada da Perpétua das Areias

Dicionário

Sabores da Índia Home