Sabores da Índia - Home

Pimenta Cúbeba

 

Especiaria:   

Pimenta Cúbeba

Nome da Planta:   

Cúbeba

Nome Botânico:   

Piper cubeba L.

Género:   

Piper

Família:   

Piperaceae

Porte:   

Arbusto trepador

Ciclo:   

Vivaz

Origem:   

Indonésia

Distribuição:   

Hoje é cultivada em Java e outras ilhas da Indonésia - o principal produtor mundial -, mas também em África - Congo, Serra Leoa -, e na Índia - estados de Assam e Karnataka

Partes Usadas:   

 Frutos

Usam-se secos. São quase todos ocos, ligeiramente maiores que grãos de pimenta preta, têm superfície estriada, e estão munidos de um pé – ou cauda - erecto, que lhes vale as designações alternativas de Pimenta de Rabo e Pimenta Rabuda
O sabor é picante, algo amargo.
São normalmente comercializados inteiros, devendo ser esmagados, ou reduzidos a pó, imediatamente antes de serem utilizados.
Para além de usados localmente , são tidos em alto apreço nos estados do norte de África, especialmente na Tunísia e em Marrocos.

 Óleo essencial

Os frutos contêm cerca de 10 % de óleo essencial, sendo um dos componentes – a cubebina (2 %) - responsável pela vertente picante do sabor.

Propriedades:   

Os frutos, designados Fructus Cubebae em fitoterapia, são antissépticos, carminativos, diuréticos e expectorantes. Usados na medicina Ayurvédica da Índia, sob os nomes Kankola, Kakkola, Kankolaka, Takkola, Koraka, Kolaka, Kashphala, Sheetalchini, Chinoshana.

Notas:   

A Pimenta Cúbeba foi, na Europa, nos séculos XVI e XVII, muito apreciada como substituta da pimenta preta – também porque era bastante mais barata. Depois, foi progressivamente esquecida, sendo hoje rara em terras europeias.

Pimenta Cúbeba - Frutos secos

Dicionário

 Sabores da Índia - Home