Sabores da Índia - Home

Carneiro

Hindu - Bheda; Bheda ka Gosht (a carne)

O Carneiro, Ovis aries, família dos Bovidae, ordem dos Artiodactyla é um mamífero ruminante, tímido, que prefere viver em rebanhos, sendo quase nulas as suas defesas contra predadores.
Foi domesticado, a partir de exemplares selvagens do género Ovis, há cerca de 5.000 anos, e restos seus têm sido encontrados em primitivos locais habitacionais espalhados pela Europa, pelo Médio Oriente e pela Ásia. Aponta-se como uma das suas antepassadas a raça selvagem Ovis musimon, ainda hoje existente na Córsega, na Sardenha, e em Chipre.
Criado pela carne, mas também pela lã e pelo leite que dá, dele têm sido desenvolvidas, e aperfeiçoadas, pelos criadores, inúmeras raças adaptadas às condições climáticas, e de pastorícia, locais.
Em Portugal há duas raças tipicamente nacionais: a Merino - com as variedades Saloia (dos arredores de Lisboa), e a dos Barros (do Alentejo) - e a Bordaleira - com as sub-raças Churra, Feltrosa (ou Serrana), e Comum (ou Alentejana). De cruzamentos das duas raças resultaram raças mestiças: Areias (Norte do Alentejo), Negra (Serpa e Moura, principalmente), e a Badana (Trás-os-Montes). Das raças estrangeiras sobressaem as Cheviot, Hampshire e Shropshire, do Reino Unido, Karakul, da Ásia central e ocidental, Rambouillet, de França.
Os maiores criadores mundiais de Carneiro são: Austrália, Nova Zelândia, China, Índia, EUA, África do Sul, Argentina, Turquia.
Em Portugal, à fêmea chama-se ovelha, ao recém nascido cordeiro ou anho (cordeira a fêmea), e ao juvenil borrego (borrega a fêmea).
Sobre o papel do Carneiro na Cozinha Indiana, ver Carne.

Carneiros pastando

 Sabores da Índia - Home























statistics in vBulletin