Sabores da Índia - Home

Cherne

 

Os Chernes, também, por vezes, chamados Meros, são peixes de numerosas espécies, muitas delas dos géneros Epinephelus e Mycteroperca, pertencentes à família dos Serranidae, ordem dos Perciformes.

Caracterizam-se por terem bocas grandes, corpos robustos, e preferirem habitar zonas discretas. Alguns podem ser enormes, chegando a comprimentos de 2 m e pesos de 200 kg.

Estão amplamente distribuídos pelas águas temperadas e quentes do planeta, desde o Atlântico ao Pacífico.

Na Índia, entre as espécies classificáveis como Chernes, sobressaem as seguintes:
Epinephelus fuscoguttatus (Forsskål, 1775), espécie do Índico e do Pacífico, que habita águas claras, de fundos rochosos, até aos 60 m de profundidade. Alimenta-se de outros peixes, caranguejos e cefalópodes, cresce até aos 1,2 m, e pode pesar até 10 kg. É mais abundante ao largo de Kerala.
Epinephelus malabaricus (Bloch & Schneider, 1801), espécie do Índico e do Pacífico, que suporta água salgada e salobra e, embora prefira zonas rochosas, aparece em baías, estuários, áreas com fundos arenosos ou lamacentos. Privilegia profundidades até aos 150 m, pode atingir 2 m de comprimento e 150 kg de peso, e alimenta-se de outros peixes e crustáceos, ocasionalmente cefalópodes. Frequenta a costa sueste da Índia, sendo especialmente abundante na orla costeira de Tamil Nadu.
Epinephelus areolatus (Forsskål, 1775), espécie do Índico e do Pacífico, que frequenta fundos verdes e sedimentares, perto de formações rochosas. Gosta de profundidades até aos 200 m, pode chegar aos 50 cm de comprimento e pesar 1,5 kg, e alimenta-se de outros peixes, camarões e caranguejos. Frequenta a costa sueste da Índia, sendo especialmente abundante na orla costeira de Tamil Nadu.
Epinephelus diacanthus (Valenciennes, 1828), espécie do Índico e do Pacífico, que habita fundos lodosos até aos 300 m de profundidade. Pode chegar aos 50 cm de comprimento, pesar 1,5 kg, e frequenta as costas oriental e ocidental da Índia. É mais abundante ao largo de Kerala.
As capturas destas quatro espécies atingem máximos entre Agosto e Dezembro.

Note-se que o género Epinephelus não é exclusivo do Índico e do Pacífico. Exemplo é o Cherne de Nassau, Epinephelus striatus (Bloch, 1792), abundante no Mar das Caraíbas.

Epinephelus fuscoguttatus
Cortesia Fish Base / Robbie Cada

Epinephelus fuscoguttatus (Forsskål, 1775)
Desenho ampliado

 Sabores da Índia - Home























statistics in vBulletin