Sabores da Índia - Home

Caris do Mundo

Umas vezes por razões de proximidade, outras vezes pelas mãos de emigrantes Indianos que procuraram outras paragens em busca de melhor vida, os princípios da Cozinha Indiana ultrapassaram fronteiras e marcaram as culinárias de vários países. Não surpreende, portanto, que tenham surgido receitas que tentam reproduzir as misturas de especiarias usadas nessas terras. Com as mesmas reservas postas em Caril, relativamente ao uso do Pó de Caril na Índia, aqui ficam alguns Caris do mundo.

Birmânia

Indonésia

Malásia

Paquistão

Saint Kitts and Nevis

Sri Lanka

Tailândia

Trinidad e Tobago

 

 Caril da Birmânia

Tendo fronteira com o estado Indiano de Bengala Ocidental, a Birmânia – actual Myanmar – dificilmente poderia escapar à influência da Cozinha da Índia, localmente reforçada pelos 2% de Indianos que integram a população.

1

c. sopa
(bem cheia)

Sementes de Coentro

1

c. sopa

Sementes de Cominho

1

c. sopa

Paprika em pó

1,5

c. chá

Piripiri em pó

1/2

c. chá

Curcuma em pó

1/2

c. chá

Canela em pó

1/4

c. chá

Cravinho em pó

1/4

c. chá

Noz Moscada ralada

Unidades:

  • c. chá - colher de chá
  • c. sopa - colher de sopa

    Preparação

    1. Num moinho de café reservado para especiarias, moer as especiarias em conjunto, até ficar tudo em pó.

     

     Caril da Indonésia

    Situada na rota das especiarias dos antigos marinheiros, era inevitável que a Indonésia absorvesse influências dos visitantes, entre eles os Indianos que lá recolhiam especiarias - nomeadamente Noz Moscada - e as levavam até à costa do Malabar, para alimentar o respectivo comércio com o Ocidente,

    Grupo 1

    6

    c. sopa

    Sementes de Coentro

    3

    c. sopa

    Sementes de Cominho

    1,5

    c. sopa

    Sementes de Funcho

    2

    pedaço
    (2,5 cm)

    Canela

    8

    un

    Cravinho

    8

    un

    Cardamomo

    Outras

    1

    c. sopa

    Piripiri em pó

    Unidades:

  • un - unidade
  • c. sopa - colher de sopa

    Preparação

    1. Numa frigideira, agitando sempre, torrar, uma a uma, as especiarias do Grupo 1, até começarem a fumegar.

    2. Deixar que as especiarias arrefeçam completamente.

    3. Juntá-las às Outras especiarias, e moer tudo até ficar em pó, num moinho de café reservado para especiarias.

     

     Caril da Malásia

    A Malásia, desde sempre um entreposto de culturas, não escapou à influência da Cozinha da Índia, influência ainda hoje sustentada pelos 7% de Indianos integrantes da população malaia.

    2

    c. sopa

    Sementes de Coentro

    1

    c. sopa

    Sementes de Cominho

    3/4

    c. sopa

    Sementes de Funcho

    1/2

    c. sopa

    Piripiri em pó

    1/2

    c. chá

    Curcuma em pó

    1/4

    c. chá

    Canela em pó

    1/4

    c. chá

    Pimenta Preta moída

    1/4

    c. chá

    Cardamomo em pó

    1/4

    c. chá

    Cravinho em pó

    Unidades:

  • c. chá - colher de chá
  • c. sopa - colher de sopa

    Preparação

    1. Num moinho de café reservado para especiarias, moer as especiarias em conjunto, até ficar tudo em pó.

     

     Caril do Paquistão

    Os Caris do Paquistão são muito semelhantes aos do noroeste da Índia. Nada surpreendente: Paquistão e Índia foram já um só país, até 1947, ano da partilha da Índia supervisionada pelos, até então, ocupantes ingleses.

    3

    c. sopa

    Curcuma em pó

    2

    c. sopa

    Sementes de Coentro

    1,5

    c. sopa

    Sementes de Cominho

    1

    c. sopa

    Canela em pó

    1

    c. sopa

    Gengibre em pó

    3/4

    c. sopa

    Sementes de Mostarda da Índia [a]

    3/4

    c. sopa

    Grãos de Pimenta Preta

    1/2

    c. sopa

    Sementes de Feno Grego

    1/2

    c. sopa

    Cardamomo

    1/2

    c. sopa

    Cravinho

    1/2

    c. sopa

    Noz Moscada ralada

    1/8

    c. sopa

    Piripiri em pó

    [a] Se indisponível, pode substituir-se por Mostarda Preta .

    Unidades:

  • c. sopa - colher de sopa

    Preparação

    1. Num moinho de café reservado para especiarias, moer as especiarias em conjunto, até ficar tudo em pó.

     

     Caril de Saint Kittts e Nevis

    Tal como aconteceu com a Ilha de Martinique – ver Le Colombo -, a fixação de imigrantes Indianos em Saint Kitts e Nevis resultou numa forte influência da Cozinha Indiana na culinária do país.

    Grupo 1

    30

    gr

    Sementes de Coentro

    60

    gr

    Sementes de Cominho

    1

    c. sopa

    Sementes de Papoila

    1

    c. sopa

    Sementes de Mostarda da Índia [a]

    [a] Se indisponível, pode substituir-se por Mostarda Preta .

    Outras

    30

    gr

    Grãos de Pimenta Preta

    1

    c. sopa

    Cravinho

    60

    gr

    Curcuma em pó

    30

    gr

    Gengibre em pó

    Unidades:

  • gr - grama
  • c. sopa - colher de sopa

    Preparação

    1. Numa frigideira, agitando sempre, torrar, uma a uma, as especiarias do Grupo 1, até começarem a fumegar.

    2. Deixar que as especiarias arrefeçam completamente.

    3. Juntá-las às Outras especiarias, e moer tudo até ficar em pó, num moinho de café reservado para especiarias.

     

     Caris do Sri Lanka

    Os Caris do Sri Lanka caracterizam-se por conterem, sistematicamente, Sementes de Funcho, e por grande parte das especiarias neles incluídas serem previamente torradas.

    Caril 1

    Grupo 1

    40

    gr

    Sementes de Coentro

    25

    gr

    Sementes de Cominho

    10

    gr

    Sementes de Funcho

    7

    gr

    Sementes de Mostarda da Índia [a]

    [a] Se indisponível, pode substituir-se por Mostarda Preta .

    Outras

    7

    gr

    Sementes de Feno Grego

    1

    pitada

    Erva Príncipe

    1

    pitada

    Folhas do Caril

    Unidades:

  • gr - grama

    Preparação

    1. Numa frigideira, agitando sempre, torrar, uma a uma, as especiarias do Grupo 1, até começarem a fumegar.

    2. Deixar que as especiarias arrefeçam completamente.

    3. Juntá-las às Outras especiarias, e moer tudo até ficar em pó, num moinho de café reservado para especiarias.

    Caril 2

    20

    c. sopa

    Sementes de Coentro

    40

    c. chá

    Sementes de Cominho

    20

    c. chá

    Sementes de Funcho

    Unidades:

  • c. sopa - colher de sopa
  • c. chá - colher de chá

    Preparação

    1. Numa frigideira, agitando sempre, torrar, uma a uma, as especiarias, até começarem a fumegar.

    2. Deixar que as especiarias arrefeçam completamente.

    3. Num moinho de café reservado para especiarias, moê-las, em conjunto, até ficarem em pó.

     

     Caris da Tailândia

    Os Caris Tailandeses caracterizam-se por incorporarem sempre um componente com sabor mais ou menos intenso a camarão.

    Caril 1

    Caril aconselhado para cozinhados de Carne.

    2

    c. sopa

    Sementes de Coentro

    1/2

    c. chá

    Sementes de Cominho

    1

    c. sopa

    Noz Moscada ralada

    12

    un

    Cravinho

    10

    un

    Cardamomo

    1/4

    c. chá

    Piripiri em pó

    1,5

    c. chá

    Paprika em pó

    1

    c. chá

    Macis em pó [a]

    2

    c. sopa

    Camarão seco em pó [b]

    [a] Se indisponível, pode substituir-se por Noz Moscada ralada.
    [b] O verdadeiro ingrediente usado é o Kapi. Por ser demasiado agressivo para os palatos ocidentais, aconselhamos a sua substituição por Camarão seco em pó.

    Unidades:

  • c. copa - colher de sopa
  • c. chá - colher de chá
  • un - unidade

    Preparação

    1. Juntar todas as especiarias e moê-las, até ficarem em pó, num moinho de café reservado para especiarias.

    Caril 2

    Caril aconselhado para cozinhados de Frango e Peixe.

    1

    c. sopa

    Sementes de Coentro

    1

    c. sopa

    Sementes de Cominho

    1/2

    c. chá

    Noz Moscada ralada

    15

    un

    Grãos de Pimenta Preta

    1/4

    c. chá

    Piripiri em pó

    1

    c. chá

    Curcuma em pó

    2

    c. sopa

    Camarão seco em pó [b]

    [a] Se indisponível, pode substituir-se por Noz Moscada ralada.
    [b] O verdadeiro ingrediente usado é o Kapi. Por ser demasiado agressivo para os palatos ocidentais, aconselhamos a sua substituição por Camarão seco em pó.

    Unidades:

  • c. copa - colher de sopa
  • c. chá - colher de chá
  • un - unidade

    Preparação

    1. Juntar todas as especiarias e moê-las, até ficarem em pó, num moinho de café reservado para especiarias.

     

     Caril de Trinidad e Tobago

    Tal como aconteceu com a Ilha de Martinique – ver Le Colombo -, os imigrantes Indianos, provenientes principalmente de Bengala, que, em meados do século XIX, se fixaram em Trinidad e Tobago deixaram uma marca permanente na culinária do país.

    4

    c. sopa

    Sementes de Coentro

    2

    c. chá

    Sementes de Cominho

    2

    c. chá

    Sementes de Funcho

    2

    c. chá

    Sementes de Feno Grego

    2

    c. chá

    Sementes de Mostarda da Índia [a]

    3

    c. chá

    Grãos de Pimenta Preta

    2

    c. chá

    Cravinho

    1

    c. chá

    Curcuma em pó

    [a] Se indisponível, pode substituir-se por Mostarda Preta .

    Unidades:

  • c. chá - colher de chá
  • c. sopa - colher de sopa

    Preparação

    1. Numa frigideira, agitando sempre, torrar, uma a uma, as especiarias, até começarem a fumegar.

    2. Deixar que as especiarias arrefeçam completamente.

    3. Num moinho de café reservado para especiarias, moê-las, em conjunto, até ficarem em pó.

     

     

     

    Bandeiras: Cortesia The World Fact Book

  •  Sabores da Índia - Home